Sportinguistas criticam Bruno de Carvalho pela entrevista e este responde

Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, tem dado que falar pela entrevista que deu ontem na Sporting TV, onde abordou os mais variados temas da atualidade leonina.

O líder leonino tem sido alvo de críticas nas redes sociais pela forma como conduziu a entrevista pelos adeptos do Sporting. Perante a crítica, Bruno de Carvalho respondeu através de um post na sua conta pessoal de Facebook.

Leia a mensagem do presidente do Sporting na íntegra:

“Hoje leio pelas redes sociais coisas de bradar aos céus de supostos sportinguistas:

1. Estilo arrogante, julga que é dono do Clube, tive vergonha, mudei de canal….

Caras e caros sportinguistas, depois de 4 anos este foi o Presidente onde mais de 90% dos sócios votaram nas eleições mais concorridas de sempre em 111 anos de Clube.
Quando quiserem que saia basta irem às eleições e escolherem outro.

2. Ele até disse as verdades mas o estilo estragou tudo. Tirou-lhe credibilidade.

Mas alguma vez a forma substituiu o conteúdo? Mas isto são os perfis fake de benfiquistas que dizem ser sportinguistas? Os 8% que não votaram em mim? Ou crianças de 10/11 anos a escrever?

Porque será que vejo muito poucos a pegarem em tudo o que eu disse, e que foi tudo novidade para os sportinguistas, e mostrarem a sua indignação perante as provas que dei? Será que já foram engolidos pela estupidificação em massa de que estamos a ser alvo faz anos?

Eu sim, gastei mais de 2 horas para, com factos e ao meu estilo, dar informação pertinente aos sportinguistas sobre o que é o futebol na realidade. Dizendo factos e nomes. Apresentando provas.

O que importa a muitos sportinguistas? O meu estilo. Aquele que é o meu e que nunca irei mudar. Apesar de tantos me quererem dar lições de comunicação, a verdade é que a minha forma de comunicação acabou com uma dinastia de especialistas em Alvalade, deu-me 90% de sportinguistas a votarem em mim, deu uma excelente reestruturação financeira, deu um Pavilhão magnífico que abre hoje as portas à competição, deu quatro modalidades nas respectivas Ligas dos Campeões, deu 2 títulos europeus, deu planteis de luxo em todas as modalidades, deu o orgulho dos sportinguistas devolvido e deu tanto mas tanto mais. Mas, mesmo assim, querem-me dar lições de comunicação?

Só para que conste: eu luto e desgasto-me por vocês!!! Pelo Clube que amamos!!! Pela verdade e transparência que será a única forma de podermos ser campeões!!!

Eu não luto por mim, luto pelo Sporting Clube de Portugal! E é triste que, após quase 5 anos, ainda tenha de “fazer desenhos” a explicar isto.

Sem militância a sério não vamos lá. Escolham se queremos voltar a ser o Grande Sporting Clube de Portugal ou se queremos andar sempre a mostrar o Museu aos nossos filhos e contar-lhes sobre o tempo em que o éramos.

Viram a forma como logo um dos visados me atacou? Nada refutou pois eu só disse verdades… disse apenas, trêmulo, que eu me devia tratar… Pois é, caro senhor, o pior é que o amor pelo Sporting Clube de Portugal não se trata, vive -se!

Eles nada têm para dizer senão atacar a dignidade, pois a verdade vou eu demonstrando ao longo do tempo.

Não se deixem levar pela estupidificação em massa a que somos submetidos todos os dias. Não se deixem levar pelas cartilhas dos nossos rivais e inimigos. Comecem a lutar por mais mudanças no futebol aproveitando todas as informações que vos vou dando. Só remando todos para o mesmo lado manteremos o Sporting Clube de Portugal no Cabo da Boa Esperança. Agora que estamos lá, não deixem a mentira e o supérfluo arrancar-nos de onde nunca devíamos ter saído.

Eu estou de consciência tranquila. Mais uma vez, saí da minha zona de conforto para defender, com todas as minhas forças, o futebol, o Sporting Clube de Portugal e os Sportinguistas.

Durante décadas tivemos Presidentes “modelo” no estilo e na forma mas com zero no conteúdo, que nos tornaram num Clube falido e subjugado. Agora eu não mudarei por nada nem ninguém. Sou o que sou e tenho muito orgulho. Os sócios têm todo o direito de gostar ou não, mas foi a mim elegeram com todo o meu carácter e personalidade que nunca escondi.

A mim caberá defender sempre os superiores interesses do Sporting CP e dos Sportinguistas, como achar melhor.

Querem saber qual o meu estilo e a minha forma? Então cá vai: um dia eu disse “pedras no meu caminho? Vou juntá-las uma a uma e um dia vou construir um Pavilhão!” E hoje vamos todos ao Pavilhão João Rocha para ver o Sporting.CP – Fafe!!!

Eu não estou “agarrado” ao Sporting CP, eu sou #FEITODESPORTING!“.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR