Os Nossos Melhores lá Fora- Rúben Neves

Rúben Diogo da Silva Neves, nasceu em 1997 em Santa Maria da Feira, desde cedo demonstrou talento para o futebol e é com apenas 8 anos que entra para as escolas de formação do seu clube do coração, o FC Porto.

Vai passando por todos os escalões de formação da equipa do Dragão até à temporada de 2012/2013, em que é emprestado ao Padroense durante meia época, chega e impõe-se e volta ao FC Porto para cumprir a segunda metade da época na equipa de juvenis.

Em 2014/15, o espanhol Julen Lopetegui assume o comando do FC Porto, e planeava ficar com a dupla de médios defensivos Casemiro e o jovem nigeriano Mikel no plantel.
Mikel, tem uma lesão grave no primeiro treino da pré-temporada ao fraturar a tíbia.

O FC Porto pensou em recorrer ao mercado, mas o treinador basco afirmou não ser preciso, já que havia detetado um talento emergente na formação portista, um médio defensivo distinto, com menos capacidade fisíca, mas com uma maturidade acima da média para os seus 16 anos e uma capacidade técnica e de passe fora do comum para um jovem daquela idade, havia coisas que faziam lembrar o craque italiano Andrea Pirlo, e assim “nasceu” a aposta em Rúben Neves.

O jovem começa mesmo a época a titular e marca na estreia logo na primeira jornada, frente ao Marítimo, o que veio trazer ainda mais mediatismo.
No decorrer da época foi aposta recorrente de Lopetegui e realizou 37 jogos.

Na temporada seguinte, mesmo com a saída de Casemiro e a entrada de Danilo, continuou a jogar bastante e a prosseguir o seu processo de evolução com 38 jogos.
Realiza também os seus 2 primeiros jogos pela seleção nacional, ambos em amigáveis.

Com a entrada de Nuno Espírito Santo para treinador do FC Porto, Rúben perde definitivamente espaço e faz apenas 18 jogos na temporada 2016/17.
Sem espaço no Dragão, o suplente de Danilo Pereira procura sair, e é o que acontece no Verão de 2017, quando se muda para o Championship a troco de 20 milhões de euros, para representar o Wolverhampton, orientado pelo seu antigo treinador Nuno Espírito Santo.

Chega a Inglaterra, e conquista logo os adeptos e o futebol inglês, assume o comando do meio campo dos Wolves, e começa a ser apontado a maiores destinos, como o Liverpool, volta a seleção para disputar mais 2 amigáveis (volvidos 2 anos após a última internacionalização), e no final, conquista o título de campeão do Championship alcançando a subida para a Premier League.

Nesta temporada, disputa a ambicionada Premier League, no Wolverhampton, com um plantel recheado de portugueses e de ligações fortes ao futebol nacional, tornam-se a equipa sensação da prova, alcançando o 7º lugar e o apuramento para as competições europeias da próxima temporada.

Rúben Neves, foi uma peça chave para o sucesso dos Wolves, o “patrão” do meio campo realizou 40 jogos e 5 golos, uma época impressionante, que fez com que o jogador cimentasse o seu lugar na seleção, assumindo-se várias vezes como titular e começasse a ser apontado ao City de Guardiola.

O ano espetacular de Rúben, só poderia terminar com a grande conquista da seleção nacional na Liga das Nações, competição que não só veio acrescentar mais um título ao palmarés do médio, como veio disparar mais a sua cotação no mercado.

Um craque em potência, que está pronto para novos voos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR