Portugueses pelo Mundo: Orlando Sá

Orlando Sá, de nome completo Orlando Carlos Braga de Sá nasceu a 26 de Maio de 1988 em Barcelos.

O jovem cedo começou a dar os primeiros passos no futebol, nas camadas mais jovens do Esposende. Onde jogou desde os 12 aos 14 anos, antes de rumar ao SC Braga onde completou a sua formação.

Chegando à idade sénior, o jovem ponta de lança não tem espaço no plantel do SC Braga e é emprestado ao Maria da Fonte. Disputou a competição que agora corresponde ao Campeonato Nacional de Seniores, soma 26 jogos e marca 6 golos.

Na época seguinte, em 2008/09 é integrado no plantel principal do clube bracarense, até que chega o dia 18 de Novembro de 2008, quando o jogador passou do anonimato para uma grande promessa do futebol português. O motivo? Um hat-trick apontado ao serviço da seleção nacional sub-21 que deu a vitória num jogo amigável frente à Espanha.

Uma notória escassez de avançados da seleção nacional, e “aparecimento” de Orlando levam a que Carlos Queiroz convoque o jovem para um jogo amigável da equipa principal da seleção das quinas.
O jogador entra aos 57 minutos no embate frente à Finlândia (Portugal viria a vencer 1-0 com um golo de grande penalidade de Cristiano Ronaldo).

O jogador começa a ser aposta mais firme no Braga e completa 16 jogos marcando 2 golos, números poucos extraordinários. Mas toda a gente via potencial no jovem já internacional, e foi o FC Porto quem avançou para a contratação do jogador.

No Dragão disputa 11 jogos e marca 1 golo, sendo na época seguinte emprestado ao CD Nacional.

Nos madeirenses faz a sua melhor época na Primeira Divisão Portuguesa de Futebol, marcando 5 golos em 19 jogos e ajudando os insulares a atingir o 6º lugar.

Em 2011/12, transfere-se para a Premier League para o Fulham_Football_Club, mas não deslumbra e no fim da temporada ruma ao Chipre, para representar o AEL Limassol.

Com 24 anos, Orlando Sá ainda ia muito a tempo de relançar a sua carreira.
No Chipre faz 26 jogos e 6 golos, e sagra-se Campeão Nacional daquele país.

Na temporada seguinte, faz uma brilhante primeira parte de época ao serviço do clube cipriota com 13 golos em 19 jogos. Em Janeiro transfere-se para a Polónia onde iria representar o Légia de Varsóvia, onde apenas disputa 7 jogos na segunda parte da época.

Estavamos em 2014 quando Orlando Sá disputa mais uma temporada pelos polacos e brilha ao marcar 14 golos na temporada. A escassez de avançados que se fazia sentir na seleção nacional, levou a que muitos pedissem que o jogador fosse incluído numa convocatória, mas tal nunca se veio a verificar.

Posteriormente seguem-se meia época no Reading (onde jogou bem e marcou 5 golos) e época e meia no Maccabi Tel Aviv onde não deixou grandes saudades.

Orlando Sá na Bélgica

Já em 2016/17 o ponta de lança português transfere-se para o Standard de Liège da Bélgica. Aqui faz a sua melhor época de sempre a nível individual, ao marcar 17 golos e a ser o 3º melhor marcador da Liga.

Para já, esta época, Orlando Sá é orientado pelo treinador português Ricardo Sá Pinto e é um dos jogadores de confiança do técnico, leva ao todo 23 jogos e 10 golos.

Aos 29 anos, Orlando não atingiu o nível que muitos esperariam depois daquele hat-trick à Espanha. Contudo é um jogador que tem conseguido ter uma boa carreira.E espera ainda um dia poder voltar à Seleção Nacional.

Veja aqui, a melhor época da carreira (a nível individual) do ponta de lança nascido em Barcelos:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *