Ibrahimovic não queria ir para o PSG e tentou boicotar a sua transferência

No verão de 2012, Zlatan Ibrahimovic trocou o AC Milan pelo Paris Saint-Germain, mas parece que foi uma transferência feita conta a sua vontade. O jornal Aftonbladet divulgou um curioso relato do processo da transferência, contado pelo próprio jogador.

“Estava na minha casa de verão em Vaxholm e tinha acabado de sair da mota de água. De repente vi que tinha cinco chamadas do Mino Raiola [empresário]. Ele disse-me que o Leonardo me ia ligar. Eu fiquei a pensar em quem seria e depois percebi que era o diretor desportivo do PSG. Disse ao Mino que não ia responder, porque Galliani tinha garantido que não me iam vender. Mas o Mino ripostou e disse que já estava vendido”, afirmou.

Mas Ibrahimovic não se deu por vencido e ainda tentou fazer exigências de última hora. O que não contava era que os parisienses respondessem positivamente às mesmas.

Quando falei com Mino disse que me ia fazer de difícil. Ia dizer-lhes que queria o mesmo salário que recebia no Milan e ia exigir tanta coisa que acabariam por desistir. Quando terminei, garanti à minha esposa que era impossível eles aceitarem, que não havia hipótese de mudar. 20 minutos depois, o Mino enviou-me um SMS a dizer que estava tudo aprovado. Depois disso, não houve volta a dar. Aceitei porque sou um homem de palavra“, referiu.

Recorde-se que Ibrahimovic permaneceu no PSG até 2016, onde se tornou no melhor marcador da história do clube.

Veja também:

O dia em que Ibrahimovic estacionou o seu Ferrari no lugar de Guardiola

VÍDEO: Mulher de Icardi provoca Ronaldo e deixa desafio à Juventus

“Ronaldo não me obrigou a ir para o hotel. Fui pelo meu próprio pé”

Ronaldo deixa mensagem a Messi e um aviso aos seus haters

ÚLTIMA HORA: Comunicado arrasador do advogado de Ronaldo sobre o caso da violação

O dia em que Ronaldo deixou os veteranos da Seleção envergonhados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR