A “Ronaldização” de Dybala: Português dá na cabeça do argentino

O diário desportivo italiano Tuttosport traz hoje uma matéria bastante interessante sobre a parceria entre Cristiano Ronaldo e Paulo Dybala. No início da temporada havia quem tivesse receio de que o português se sobrepusesse ao jovem argentino, relegando-o para um segundo plano. Mas tal não veio a acontecer e, tal como no início da época se previa na Argentina, a amizade de Dybala com Ronaldo tem ajudado o jovem a crescer como jogador.

O Tuttosport refere que o argentino já dá mostras da influência do português, no que diz respeito à ética de trabalho. O jornal apelida Ronaldo como “um monstro do profissionalismo”, confirmando aquilo que há muito se sabe: o goleador luso é o primeiro a chegar e o último a sair do treino.

Esta obsessão pela perfeição já está a ter um efeito nos bianconeri, e em especial em Dybala. Ver a forma como o número um do mundo trabalha é inevitavelmente um incentivo para o imitar. Foi isso que aconteceu com o argentino”, refere a publicação.

O mesmo jornal revela que Ronaldo, sendo mais maduro, prontifica-se a corrigir alguns erros que Dybala naturalmente comete.

O Tuttosport considera que a parceria entre ambos “melhora de jogo para jogo” e está a tornar-se “cada vez mais mortífera“.

“A massa que Massimiliano Allegri está a tentar trabalhar começa a ganhar forma, especialmente com a habilidade de CR7 em assistir em vez de marcar golos, tornando-se num jogador de equipa. Esta atitude liga com a maturação de Dybala, mais ciente das suas responsabilidades. É por isso que Allegri tanto aposta na dupla Ronaldo-Dybala“, refere o jornal transalpino.

O jornal apelida todo este processo como a “Ronaldização” de Dybala.

Veja também:

VÍDEO: Ronaldo nada egoísta oferece golo a colega em nova vitória da Juventus

Ronaldo deixa mensagem a Messi e um aviso aos seus haters

ÚLTIMA HORA: Comunicado arrasador do advogado de Ronaldo sobre o caso da violação

ÚLTIMA HORA: Jesus regressa ao Benfica já em janeiro

“Ronaldo não me obrigou a ir para o hotel. Fui pelo meu próprio pé”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR