Após o Itália-Suécia De Rossi foi ao autocarro dos suecos pedir desculpa

A seleção italiana foi, como sabemos, afastada do Mundial 2018 pela Suécia. Apesar da amarga derrota, Daniele De Rossi à semelhança do seu colega Gianluigi Buffon, mostrou que o futebol não está órfão de gestos e de HOMENS que o dignificam.

Após o jogo, o internacional italiano dirigiu-se ao autocarro da Suécia para pedir desculpa aos jogadores adversários pelo comportamento dos seus companheiros de equipa no jogo da 1ª mão do play-off e pelo facto de o público italiano ter assobiado o hino sueco, antes do início da partida.

“Ele deu-nos os parabéns [pelo apuramento] e pediu desculpa pela forma como alguns jogadores se comportaram em Estocolmo e pelos assobios de alguns adeptos ao nosso hino. Ficámos todos a pensar, ‘ena, isto aconteceu mesmo?’. Foi um dos momentos mais bonitos que vivi nos últimos tempos – que grande cavalheiro“, revelou o jogador Pontus Jansson, em declarações ao podcast Tutto Balutto da RadioPlay.

O selecionador sueco, Janne Andersson, também se mostrou sensibilizado pelo gesto de pura classe de De Rossi.

“Aquilo que aconteceu foi um exemplo do melhor que há no desporto – podes lutar com os adversários dentro de campo, aquilo até pode ser uma ‘pequena guerra’, mas todos apertam as mãos no final”, referiu.

São estes exemplos que fazem do futebol tão maravilhoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR