Bate-boca entre Mourinho e Ederson após o derbi de Manchester

A imprensa inglesa e espanhola dá conta de um ambiente a ferver após o derbi de ontem que opôs o Manchester United, de José Mourinho, ao Manchester City. São vários os cenários avançados.

O diário britânico The Guardian, avança que houve troca de murros e garrafas a voarem pelo ar, numa altercação que envolveu 20 pessoas de ambas as equipas. A polícia e os stewards foram obrigados a intervir. Já o Esquire refere que o cenário “parecia uma luta dentro de um pub” e ainda revela relatos que dão conta de que Mourinho “terá levado com uma garrafa de plástico e leite“.

Tudo terá começado após o final da partida em que os citizens venceram os red devils por 1-2. Os jogadores do City deixaram a porta do balneário escancarada entoando cantos provocatórios. Aborrecido com a situação, Mourinho dirigiu-se ao balneário dos rivais onde se cruzou com Ederson. O técnico português e o guardião brasileiro travaram-se de razões, com o primeiro a acusar o segundo de ter passado o jogo a queimar tempo. O Special One terminou dizendo:

Mostrem respeito. Mas quem é que vocês julgam que são?“.

Por seu turno, o ‘El País’ escreve que “Mourinho se aproximou do balneário do rival para se queixar do volume da música e quando pediu respeito essas palavras não caíram bem e começou a confusão“.

Romelu Lukaku era um dos jogadores do United mais exaltados.

Quanto a agressões, Mikel Arteta, adjunto de Pep Guardiola, deixou Old Trafford com o sobrolho aberto e teve de receber assistência médica, segundo refere o The Guardian e o programa El Larguero, da rádio espanhola Cadena Ser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR