Cristiano Ronaldo vai dar 340 milhões de euros à Juventus

A Juventus desembolsou mais de 100 milhões de euros para garantir os serviços de Cristiano Ronaldo junto do Real Madrid. No entanto o internacional português é um investimento que brevemente irá dar significativos retornos financeiros.

Segundo avança a consultora KPMG, os bianconeri irão ter um retorno de 340 milhões de euros, ao longo dos quatro anos do contrato que o goleador luso assinou.

“O impacto financeiro anual que a contratação de Cristiano Ronaldo terá nas contas da Juventus é de cerca de 85 milhões de euros, com um salário líquido de 30 milhões de euros (55-56 milhões de euros) e uma amortização anual de 29,25 milhões de euros, ou 340 milhões de euros ao longo do período de contrato de quatro anos“, refere o estudo “De Madrid para Turim: Ronaldo Economics”.

Para fazer face aos custos que acarretam da contratação de Ronaldo, a Juventus terá de vender jogadores e “precisa de aumentar as receitas operacionais nas próximas temporadas”. Andrea Sartori, Global Head of Sports da KPMG, considera que a Vecchia Signora terá também de procurar novos patrocínios e alerta para “os riscos em que a Juventus FC incorre ao investir de forma tão avultada”.

A KPMG prevê igualmente que a Juventus goze de um “aumento do volume de negócio e, eventualmente, reduza a diferença actual de receita relativamente a outros clubes importantes da Europa“.

No exercício de 2018/2019, é pouco provável que o clube italiano apresente resultados positivos.

No que diz respeito às receitas, a consultora calcula que “nos dias de jogo para 2018/19 podem variar entre os 55 e os 70 milhões de euros“, estimando ainda que a Juventus “possa receber receitas totais de transmissões televisivas, a nível nacional e internacional, que podem variar entre cerca de 190 milhões de euros e 255 milhões de euros“.

“No período de três temporadas de futebol, é realista que a Juventus FC acrescente um montante adicional de 75-100 milhões de euros, em complemento dos 120 milhões de euros comunicados nas suas contas mais recentes a 30 de Junho de 2017”, refere a KPMG.

Veja também:

Renato Sanches marca golaço pelo Bayern no jogo com o PSG

Real Madrid definiu um alvo e vai desfalcar a defesa do FC Porto

Ronaldo encontrou um português na Juventus e soltou um palavrão

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR