“Jogar com Ronaldo, Dybala e Higauín? A resposta de Sarri”

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de amanhã entre Juventus e Lazio, Maurizio Sarri foi questionado sobre a possibilidade de apostar numa frente de ataque composta pelo trio Cristiano Ronaldo, Paulo Dybala e Gonzalo Higuaín.

Veja também: VÍDEO: Atlético de Madrid oferece um bruto carro a João Félix

Para o técnico bianconeri, essa hipótese é uma miragem, dadas as características dos três atacantes.

Neste momento, jogar com três atacante é difícil em consequência das características dos jogadores.

Não podes proibir o Dybala de baixar no terreno e ao mesmo tempo as características do Cristiano não são de jogar muito no meio. Temos de tomar precauções para preencher mais a área”, afirmou.

Veja também: Irina Shayk falou da mãe do filho mais velho de Ronaldo

Sarri pronunciou-se da exibição pouco conseguida no último fim de semana, que resultou num empate em casa com o Sassuolo.

Para o italiano a explicação está na exigência dos jogos da Liga dos Campeões.

É normal que depois de jogos da Liga dos Campeões haja uma queda de energia, mentalidade e confiança. Mas, pelo que vi no treino, estou confiante. Como sempre, temos de responder em campo, obter os três pontos é sempre importante, independentemente do jogo”, referiu.

Veja também: Sporting surpreende com ataque duro ao Benfica: “SLB vida selvagem”

Sarri destacou as qualidades da Lazio.

“Vai ser uma jornada importante para as equipas que estão no topo da tabela. Espero que a nossa motivação esteja em alta.

A Lazio é uma equipa forte, com muita qualidade. É das melhores equipas da Europa nos últimos 25 metros. Temos de mantê-los longe da nossa área porque são muito perigosos”, concluiu.

Veja também: Manuel José arrasa Bruno Lage: “O que ele fez não se faz a ninguém”

Recorde-se que o Lazio-Juventus disputa-se amanhã, a partir das 19h45.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR