Jogo da Taça Libertadores termina com agressões

O Atlético Nacional da Colômbia venceu o Hurácan da Argentina por 4-2, em jogo a contar para os quartos-de-final da Taça Libertadores. Os golos da vitória do Atlético Nacional foram apontados por Vitor Ibarbo (24′ g.p.), Jonathan Copete (90+3′) e Alejandro Guerra (58′ e 68′), que bisou. Cristian Espinoza (26′) e Ramón Ábila (77′) marcaram para os argentinos. No entanto, o jogo ficou marcado por uma troca de agressões entre os jogadores.

A equipa argentina jogou grande parte do 2º tempo reduzida a 10 unidades, por expulsão de Federico Mancellini devido a uma agressão ao jogador adversário. Nessa altura o jogo estava empatado a uma bola. No entanto os argentinos viriam a perder o jogo e no final da partida foram ter com o árbitro para pedir explicações pela sua atuação durante o jogo e assim iniciou-se a confusão entre os jogadores, com os argentinos a estarem claramente de cabeça perdida.

Os jogadores do Atlético Nacional também responderam às provocações. Mais tarde os ânimos foram acalmados. Veja o vídeo.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR