“Muitos destes jogadores colecionaram cromos do Cristiano”

Fernando Santos recordou uma vez mais a conquista do Europeu de França. O selecionador nacional destacou a união da equipa e o papel de Cristiano Ronaldo na mesma.

“Há uma hierarquia nas lideranças. O Cristiano tem tido um papel importantíssimo nesta união, sobretudo pela sua forma de estar. Muitos destes jogadores colecionaram cromos do Cristiano e quando chegam à Seleção encontram afinal um colega com uma disponibilidade incrível. E essa liderança não colide em nada com a liderança natural do treinador”, afirmou.

O facto de muitos jogadores entrarem para a história do futebol português, isso não influenciará as futuras convocatórias.

“Não condicionam as escolhas. Construímos esta união do grupo antes de irmos para Marcoussis, pois se tivesse sido só em Marcoussis não teria funcionado. Quase todos os jogadores mandaram mensagens antes da Taça das Confederações. Esta família mantém-se e é indestrutível”, referiu.

Falando sobre o golo de Éder, Fernando Santos não escondeu a tristeza pelo facto de Éder estar a ter dificuldades no Lille.

“Não há ninguém que não esteja agradecido ao Éder pelo golo. Vocês sabem a relação próxima que eu tenho com os jogadores, e quando eles não estão no seu melhor isso – e não falo apenas do Éder -, isso toca-me muito. Quero o melhor para eles, o mesmo que quero para os meus filhos. Neste momento não faz parte da equipa [do Lille], ao que parece está colocado à parte. Deixa-me triste. Espero que a situação rapidamente mude, e terei essa conversa com ele”, disse.

O selecionador nacional recordou o momento em que Éder saltou para dentro do terreno de jogo, na final diante dos franceses.

“Estava a explicar-lhe o que ele tinha de fazer e ele não ouvia nada. Só dizia para eu ficar descansado que ia marcar”, atirou.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR