Oliver Kahn: “Ronaldo está sempre com espalhafatos e aborrece-me”

Depois do empate de ontem da Seleção Nacional com a Islândia, surgem agora as críticas à exibição de Cristiano Ronaldo. Um dos críticos foi o antigo guarda-redes Oliver Kahn, que deixou muitos reparos à postura do internacional português no jogo de ontem.

Esteve discreto. Com o papel que desempenha, deveria ter lutado muito mais. Quando um jogador como ele se vai fazendo velho, deve dar-se conta do passar do tempo. É aborrecido ver sempre a mesma imagem, aquele exagero, aquele protagonismo”, afirmou.

O antigo internacional alemão deixou ainda duras críticas à postura de Cristiano Ronaldo na final da Liga dos Campeões diante do Atlético de Madrid.

“Marcou o penálti decisivo na final da Champions, naturalmente pode tirar a camisola. Mas logo ele, que tanto ganhou e é tão conhecido, devia aguentar-se e pensar um pouco nos jogadores do Atlético. Isso fá-lo-ia realmente grande. Em vez disso, está sempre com espalhafatos, aborrece-me“, concluiu.

Recorde-se que Kahn nunca morreu de amores por Ronaldo e nunca escondeu isso. Há uns tempos, Kahn referiu que via mais vezes Ronaldo em tronco nu do que a sua própria mulher, para criticar o facto de o craque português tirar a camisola quando festeja as grandes conquistas.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR