Ramos acusou doping em final da Champions e a UEFA abafou o caso

Uma das mais recentes revelações do Football Leaks visa Sergio Ramos. De acordo com documentos divulgados pelo jornal francês Mediapart, além da revista alemã Der Spiegel, o jogador do Real Madrid falhou por duas vezes as regras antidopagem.

A primeira das coisas terá sido em 2017, após a final da Liga dos Campeões conquistada pelo Real Madrid. Na noite da final, o central espanhol acusou positivo num controlo, mas a UEFA aceitou as explicações do jogador e arquivou o caso.

A amostra de urina de Sergio Ramos continha dexametasona: um preparado de cortisona com efeito anti-inflamatório que faz parte da lista de substâncias proibidas pela Agência Mundial Antidopagem.

A UEFA foi informada um mês depois da final entre Real Madrid e Juventus, e pediu esclarecimentos ao jogador. De acordo com a Der Spiegel, a explicação do central fez-se em apenas quatro linhas: o médico utilizou a referida substância para um tratamento no dia anterior ao jogo.

Se, por um lado, explica a revista germânica, a utilização da dexametasona é permitida nas vésperas dos jogos, por outro, é obrigatório que os médicos comuniquem isso os responsáveis pelo controlo, caso contrário, levanta-se a suspeita de dopagem.

Ora, nos relatórios, os médicos não alertaram para a utilização da substância e fizeram referência a um outro medicamento: Celestone Cronodose, mais conhecida por betametasona. Esta substância também tem um efeito anti-inflamatório e também consta das proibições da Agência Mundial Antidopagem.

De acordo com os relatórios da UEFA, o médico do Real Madrid que acompanhou o jogador no controlo, uma vez descoberta a dexametasona, explicou que se enganou na comunicação das substâncias aplicadas no joelho e no ombro. Tudo por culpa da “euforia do momento depois de vencer o título“. “Foi um erro humano“, escreveu o médico, cujo nome é apenas representado por “Dr.A”.

Ainda de acordo com os mesmos documentos, Sergio Ramos também terá violado o protocolo antidopagem após um jogo com o Málaga, em abril deste ano.

Veja também:

VÍDEO: Adeptos da Juventus alucinados com o que Ronaldo fez no treino

Mourinho não deixa Casillas sem resposta e arrasa forte e feio

Jornalista italiano arrasa culpado da ausência de Ronaldo na Bola de Ouro

Ibrahimovic não queria ir para o PSG e tentou boicotar a sua transferência

Os sete recordes do Guiness de Cristiano Ronaldo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR