Ronaldo bem desejou sorte, mas Real Madrid acaba humilhado pelo Barça

O Real Madrid perdeu com o Barcelona por 5-1, em jogo a contar para a 10ª jornada da liga espanhola.

Este foi o primeiro clássico em quase 11 anos que não contou com Cristiano Ronaldo nem com Lionel Messi.

Assim o onze escalado por Valverde para esta partida contou com Ter Stegen, Sergi Roberto, Lenglet e Jordi Alba; Sergio Busquets, Arthur e Rakitic; Coutinho, Suárez e Rafinha. Já Lopetegui apostou em Courtois, Nacho, Varane, Ramos e Marcelo; Casemiro, Kroos e Modric; Isco, Benzema e Bale.

Logo aos 11 minutos os catalães colocavam-se em vantagem por Phillipe Coutinho. Passe longo de Rakitic para Jordi Alba. Passa por Nacho em velocidade e atrasa para o desvio de Coutinho.

À passagem da meia-hora, o Barcelona chegava ao 2-0 por Luis Suárez. O uruguaio converteu uma grande penalidade, que o próprio havia sofrido.

Aos 51 minutos Marcelo reduz para 2-1. A bola circula pelos dois flancos, chega a Isco que cruza atrasado. Lenglet corta, a bola chega a Marcelo que tira Piqué da frente com o peito e atira a contar.

Mas aos 75 minutos Suárez fazia o 3-1 com um golaço. Dembélé abre em Sergi Roberto que cruza para Suárez. A execução é soberba, Courtois nem esboçou reação.

Aos 83 minutos Suárez chega ao hat-trick e faz o 4-1. A jogada começa num erro incrível de Sergio Ramos. Passe longo de Lenglet com o capitão do Real Madrid a dominar e a perder para Sergi Roberto. O médio toca para Suárez que na cara de Courtois “pica” para o 4-1.

Aos 87 minutos ainda houve tempo para o 5-1, da autoria de Arturo Vidal. Jogada sensacional de Dembélé. Recebe na esquerda ultrapassa Nacho e cruza para o cabeceamento certeiro do médio chileno.

Com este resultado o Barcelona mantém-se na liderança com 21 pontos, mais dois que o 2º classificado Atlético de Madrid. Já o Real Madrid continua a travessia no deserto, mantendo o nono lugar com 14 pontos.

Veja também:

Ronaldo deixa dedicatória ao Real Madrid antes do duelo com o Barcelona

Pai de Lopetegui fala do Real Madrid: “Roubaram 50 golos ao meu filho”

“Ronaldo não me obrigou a ir para o hotel. Fui pelo meu próprio pé”

VÍDEO: Ronaldo salva a Juventus com golaço de deixar o queixo caído

A traição chocante que levou Ronaldo a abandonar o Real Madrid

ÚLTIMA HORA: Comunicado arrasador do advogado de Ronaldo sobre o caso da violação

VÍDEO: Pontapé canhão brutal de Ronaldo no Empoli-Juventus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR