Ronaldo é o maior arrependimento de Wenger nos seus 22 anos no Arsenal

Arsène Wenger revelou em declarações ao site do Arsenal que foi com muita pena que viu escapar Cristiano Ronaldo para o rival Manchester United.

O técnico francês assume que os gunners estiveram muito perto de garantir a contratação do internacional português junto do Sporting. Wenger até imaginou a possibilidade de colocar Ronaldo ao lado de Thierry Henry.

Ele veio com sua mãe e nós estivemos realmente próximos garantir a sua contratação. Só que chegou o Manchester United e tinham Carlos Queirós como adjunto. O United jogou contra o Sporting e Ronaldo foi excecional. Foram eles que garantiram a sua contratação. Imaginei naquela altura a possibilidade de Henry e Ronaldo jogarem juntos“, afirmou.

O Arsenal chegou a apresentar uma proposta ao Sporting, que foi pulverizada pelos red devils.

Nós estávamos dispostos a oferecer 4.5 milhões e estávamos ainda em negociações. Só que quando o United chegou e colocou 12 milhões sobre a mesa, então já não foi possível reagir“, concluiu.

Recorde-se que na altura com 18 anos, Ronaldo tinha toda a Europa no seu encalce, mas no final foi o Manchester United de Alex Ferguson que conseguiu garantir a sua contratação.

Veja também:

Valência teve Ronaldo na mão e não o quis

Ronaldo teve a Juventus à perna e explica porque deu nega aos italianos

Ronaldo podia ter jogado no Lyon, mas os franceses recusaram

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *