Ronaldo: “Não falei com Buffon porque percebi que ele estava chateado”

Cristiano Ronaldo falou à RTP após o apuramento dramático do Real Madrid para as meias-finais diante da Juventus. O internacional português assumiu que foi um jogo de muitos nervos e reforça que foi uma lição para o futuro.

“Muitos nervos! Não esperávamos passar por esta situação, mas o futebol isto é, ainda ontem vimos o aconteceu com a Roma e o Barcelona, hoje podia acontecer connosco… Temos de aprender com os erros, há que saber superar as adversidades e foi o que aconteceu. Acreditámos até ao final e graças as Deus as coisas correram bem, marcámos e ficámos apurados“, afirmou.

Ronaldo aproveitou para agradecer o apoio dos adeptos merengues.

No caso da Juventus receberam-me bem, muito obrigado pelo que fizeram por mim… Mas os adeptos do Real Madrid são assim, a situação do jogo não nos era favorável, mas quando acontecem as adversidades precisamos de apoio. Eles apoiaram-nos e só não o fizeram mais devido à tensão do jogo. Mas as coisas correram bem, somos justos vencedores”, referiu.

O craque português falou também da veia goleadora que tem apresentado. São 21 golos só nos últimos 11 jogos.

“Não fiz as contas… Mas o meu objetivo é acabar bem a temporada. Quero ajudar o Real Madrid a conquistar a Liga dos Campeões, vamos ver quem nos toca. É indiferente, todas a equipas estão motivadas e o mais importante é que estamos lá”, disse.

Ronaldo revelou ainda que não falou com Gianluigi Buffon, que foi expulso naquele que poderá ter sido o seu último jogo na Liga dos Campeões.

Não tivemos a oportunidade de falar, percebi que ele estava chateado, mas é normal, é o calor do jogo. Pensaram que houve algumas injustiças, na minha opinião não houve. Mas tenho muito respeito por ele e espero que não deixe já a Liga dos Campeões. Está no quadro dos melhores guarda-redes de sempre!”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *