Ronaldo processa mulher que o acusa de violação

Já aqui havíamos noticiado que uma norte-americana, de seu nome Kathryn Mayorga, acusou Cristiano Ronaldo de violação, ocorrida em 2009, obrigando-a à pratica de sexo anal.

O internacional português já desmentiu tais acusações e avançou mesmo com um processo contra a senhora. A história ressurge, depois de Mayorga ter dado uma entrevista ao jornal alemão Der Spiegel.

A alegada vítima disse que Cristiano terá, no final do ato, perguntado se ela estava com dores e dito: “Eu sou um homem 99% bom, não sei o que é este 1%“.

Quem não está a achar graça nenhuma a esta história é Ronaldo, que já fez saber que avançou com um processo contra a mulher de 34 anos.

De acordo com a mulher, o jogador ter-lhe-á pago 375 mil dólares (323.683 euros) para que não apresentasse queixa, mas o advogado de Kathryn terá avançado, entretanto, com uma impugnação do acordo.

Em comunicado, os advogados de Cristiano Ronaldo declaram que a informação é “flagrantemente ilegal” e que “viola os direitos pessoais” do futebolista português de uma “forma excecionalmente séria”. “Esta é uma divulgação não válida de suspeitas na área da privacidade“, lê-se.

Vai ser pedida uma “indemnização por danos morais num valor correspondente à gravidade da infração, que é, provavelmente, uma das mais sérias violações de direitos pessoais nos últimos anos“.

Cristiano Ronaldo negou, entretanto, as acusações, dizendo que o sexo foi consensual, de acordo com a revista alemã.

Veja também:

A resposta de Ronaldo à notícia da alegada violação

VEJA AS IMAGENS: Georgina deixa mensagem enigmática a Ronaldo e amigo parte tudo

Ibrahimovic discorda do Puskàs a Salah: “O golo de Ronaldo foi mais giro”

VÍDEO: Jogador do Sporting indignado, atira-se a Cristina Ferreira

ÚLTIMA HORA: Jonas quer a saída de Rui Vitória do Benfica

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR