O “truque” da Polónia para estar no Pote 1 do sorteio para o Mundial

Se repararmos nos potes, já definidos, com vista ao sorteio para o Mundial’2018, a grande surpresa é a Polónia estar colocada no pote dos cabeças de série (Pote 1).
Um feito histórico para os polacos, mas que tem muito a ver com a abordagem delineada pelos seus responsáveis, no decorrer do último ano.

Basicamente, a Polónia decidiu não disputar qualquer duelo de preparação no espaço de um ano, confiando que a sua campanha na qualificação bastaria para garantir um lugar entre os sete primeiros colocados no ranking em outubro, mês em que a FIFA define a ordem dos potes.

E assim foi. Os polacos, ao longo desse período, venceram cinco encontros e perderam apenas um, segurando uma posição entre a elite, num pote ao lado da Alemanha, Brasil, Portugal, Argentina, Bélgica e França. Para trás, para o Pote 2, fica, por exemplo, a Espanha, que poderá assim encontrar um tubarão logo na fase de grupos.

A estratégia polaca foi algo arrojada e pouco comum, mas o selecionador Adam Nawaka, aceitou-a como um desafio, que acabou por concluir com distinção, apurando-se em primeiro lugar no Grupo E, à frente da Dinamarca.

Posto isto, a Polónia irá usufruir do estatuto de cabeça de série, e possivelmente, conseguir um sorteio mais acessível , no dia 1 de dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR