Van Nistelrooy vendido depois tentar agredir Ronaldo

Ruud van Nistelrooy terá agredido Cristiano Ronaldo quando o português despontava no Manchester United, segundo a biografia de Guillem Balague sobre o jogador, “Cristiano Ronaldo: The Biography – Cristiano Ronaldo: A Biografia”.

Quando chegou ao clube inglês, Ronaldo dava-se mais com o grupo de jogadores que falava espanhol – devido às suas dificuldades com o inglês – como Quinton Fortune, Diego Forlán e Van Nistelrooy com  o qual incialmente tinha uma boa relação. No entanto tudo começou a mudar quando o talento do internacional português começou a encantar os adeptos do United. Ruud Van Nistelrooy representava os Red Devils há já cinco épocas, tendo apontado 150 golos o que fazia dele a principal estrela da equipa. Mas quando um jovem como Ronaldo começa a conquistar a preferência da massa associativa, relegando Van Nistelrooy para segundo plano, o holandês não ficou nada satisfeito.

Edwin van der Sar, ex-guarda-redes que na altura representava o Manchester United, acredita que  as características de Ronaldo não encaixava com as características de Nistelrooy, que exigia cruzamentos para a área para que pudesse finalizar tal como Beckham fazia antes de se transferir para o Real Madrid.

“Acho que o Ruud estava habituado ao David [Beckham] que cruzava sempre que tinha a bola. O David não tinha a velocidade e drible para bater os adversários, por isso ele fazia outra coisa. O Ronaldo tinha a velocidade e a técnica”, refere Van der Sar no livro.

Há medida que Ronaldo ia conquistando os adeptos do emblema inglês, van Nistelrooy ficava cada vez mais irritado com a atenção que o craque português recebia.

“Não posso jogar com este tipo. Ele não cruza a bola. Não posso atacar o espaço porque ele nunca vai cruzar a bola”, referiu o holandês, segundo a biografia da autoria do comentador e jornalista espanhol.

Rio Ferdinand revelou que o capitão da Seleção Nacional e o jogador holandês tiveram algumas discussões e que Nistelrooy pontapeou Ronaldo durante um treino que antecedeu o último jogo da época 2005/2006 diante do Charlton.

“Eles tiveram umas quantas discussões. Uma vez o Ruud van Nistelrooy pontapeou o Ronaldo e depois disso eu pontapeei o Ruud para proteger um pouco o Ronaldo. O Ruud tentou agredir-me com um soco mas falhou”, revelou o antigo central.

Nessa partida, Van Nistelrooy ficou no banco de suplentes, enquanto Cristiano Ronaldo foi titular. A partir daí o avançado holandês nunca mais jogou pelo Manchester United, tendo-se transferido para o Real Madrid.

 

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR