Bruno Lage, treinador do Benfica

A reação de Bruno Lage ao afastamento do Benfica da Liga dos Campeões

Bruno Lage era um homem satisfeito com a exibição dos encarnados, mas desiludido com o resultado, após o empate do Benfica contra o RB Leipzig, a contar para a Liga dos Campeões.

Veja também: VÍDEO: Jornalista da CMTV aos gritos para acabar com a peixeirada

O treinador das águias considera que os seus jogadores mereciam os três pontos.

A partir do 2-0 devíamos ter tido a capacidade para levar o jogo para o meio-campo adversário. Sabíamos que com 1-0 e a forma como marcámos o segundo golo iam ao encontro disso.

O adversário ia procurar mais espaço interior, procurar ter sempre homens abertos e eventualmente podiam deixar o nosso ponta-de-lança numa situação de um para um.

O nosso momento de transição tinha de ser este, procurar o avançado, segurar a bola, para depois vir gente de trás para segurar, jogar e levar o jogo para o meio-campo adversário.

Na minha opinião foi isso que faltou. A forma como chegámos ao primeiro golo ilustra muito bem aquilo que foi a nossa preparação.

Quando chegámos aos 90 minutos sabíamos que íamos ter um longo tempo-extra por causa das paragens dos guarda-redes, mas sabíamos que devíamos ter saído com os três pontos“, afirmou na zona de entrevistas rápidas.

Veja também: Irina Shayk falou da mãe do filho mais velho de Ronaldo

Questionado sobre se os resultados fora de casa ditaram o afastamento do Benfica da Champions, Lage discordou.

Os três pontos que nos faltam são em casa. Com equipas tão competitivas, os pontos que não conquistámos em casa hoje [terça-feira] tínhamos de conquistar. Sabíamos disso, que as equipas que ganhassem os jogos em casa estavam em melhor posição para passar. Mas agora não interessa, temos de dividir as coisas. Este é o Benfica que nós queremos, é a forma pela qual trabalho com os jogadores diariamente”, referiu.

Veja também: VÍDEO: O gesto de Ronaldo com João Félix após o Juventus-Atlético de Madrid

Como motivar os jogadores para o encontro com o Zenit: “A motivação é a tarefa e o crescimento da equipa, analisar o jogo e preparar o outro“.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR