Nem aumento de salário para os 2,2 M€ chegou para manter Gelson

A crise do Sporting está longe de terminar e esta semana conheceu mais um capítulo. Seis jogadores da equipa leonina decidiram avançar com a rescisão unilateral dos respetivos contratos, entre eles Gelson Martins.

O Sporting fez de tudo para manter a jovem pérola leonina em Alvalade, tendo inclusivamente acionado uma cláusula no contrato do jogador para aumentar a sua cláusula de rescisão dos 60 para os 100 milhões de euros.

Tal significaria um aumento salarial de 400 mil euros brutos anuais para o extremo. Quer isto dizer que o ordenado de Gelson passaria dos 1,8 milhões de euros para os 2,2 milhões de euros, com direito a retroativos desta temporada.

Gelson teria ainda um prémio de assinatura de 1,5 milhões de euros.

No entanto todos estes argumentos foram insuficientes para convencer o jogador a não avançar com a rescisão por justa causa.

Veja também:

“Ronaldo é um miúdo mimado. Ele que vá à m*rda”

Gelson e Bruno Fernandes já têm pré-acordo com o Benfica

ÚLTIMA HORA: Comunicado do Sporting sobre a nova equipa técnica

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *