Benfica condenado pela FIFA a pagar milhões a ex-jogador

A FIFA condenou o Benfica a indemnizar Bilal Ould-Chikh, que deixou o clube em março de 2017 após rescisão por justa causa. O organismo que rege o futebol mundial não reconheceu justa causa alegada pelas águias, que assim terão de pagar 3,5 milhões de euros ao jovem holandês.

Gonçalo Almeida, advogado do jogador, explicou ao diário desportivo Record a situação.

“Este é um processo de litígio laboral que opunha o Benfica ao Bilal, relativo à rescisão unilateral e antecipada do contrato invocando justa causa.

Intentámos uma ação na FIFA e saiu a decisão. As partes foram notificadas e a FIFA não reconhece a justa causa e condenou o clube a indemnizar o jogador num montante bem superior a 3 milhões de euros. Esta decisão reconhece que 99% das pretensões foram alcançadas para já”, afirmou.

O Benfica ainda pode recorrer ao Tribunal Arbitral do Desporto (TAD).

Recorde-se que Bilal Ould-Chikh chegou ao Benfica em 2015, mas não conseguiu disputar nenhum jogo pela equipa principal, tendo feito apenas 13 jogos na equipa B. Lembre-se ainda que a rescisão surgiu depois de um processo disciplinar instaurado pela SAD que anulou o contrato que era válido até 2020.

Veja também:

VEJA AS IMAGENS: Georgina deixa mensagem enigmática a Ronaldo e amigo parte tudo

VÍDEO: Jogador do Sporting indignado, atira-se a Cristina Ferreira

Mourinho arrasa Pogba em frente aos jogadores e o médio já não é capitão

VEJA A IMAGEM: Georgina abre as portas da casa de Ronaldo em Itália com os seus bebés

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR