Benfica deixa questões sobre o jogo com o FC Porto e faz uma exigência

A arbitragem continua na ordem do dia e o Benfica voltou a pedir explicações, relativamente às incidências do jogo com o FC Porto, a contar para as meias-finais da Taça da Liga.

Os encarnados exigiram a divulgação do áudio da conversa entre o árbitro Carlos Xistra e o videoárbitro Fábio Veríssimo.

“Algo de muito grave se passa quando decisões incompreensíveis do VAR se tornam, infelizmente, o principal destaque de um jogo de futebol.

Um instrumento que deveria ajudar a esclarecer e a tirar dúvidas, está, pela sua má utilização e por critérios que ninguém conseguiu até hoje entender, a transformar-se num enorme problema para as próprias equipas de arbitragem.

Em nome da transparência seria de toda a utilidade divulgar-se a gravação das conversas entre árbitro e vídeoárbitro do último Benfica-FC Porto para se tentar compreender o que parece incompreensível“, começam por referir na News Benfica.

As águias enunciaram um conjunto de questões que gostariam de ver esclarecidas.

Por que razão existiu tamanha dualidade de critérios que levou a que só no lance do golo de Rafa o árbitro tenha ido visionar as imagens? Por que razão o videoárbitro lhe disse que esse golo era irregular? Por que razão o mesmo videoárbitro não viu as faltas nítidas de Óliver e Marega nos dois primeiros golos do FCP? Por que razão o árbitro não quis rever no monitor o segundo golo do Benfica, erradamente invalidado por um pretenso fora-de-jogo que as imagens provam não ter existido?“.

Posteriormente o Benfica deixou alguns recados ao Conselho de Arbitragem.

“Em nome da mesma transparência, seria também importante que o Conselho de Arbitragem (CA) esclarecesse quantos erros do VAR foram até hoje detetados nos jogos do campeonato. E mais: que o CA os identificasse publicamente com explicação pedagógica. Pelo menos os 9 que foram assumidos até à 11.ª jornada.

Importa realçar que analistas insuspeitos, sem qualquer ligação ao Benfica, defendem que a vantagem do atual líder do campeonato deve-se a erros de arbitragem e, sobretudo, a erros do VAR difíceis de entender. Ou seja, no Campeonato e na Taça da Liga, esses erros tiveram e continuam a ter interferência direta no desenrolar dos resultados e na verdade das competições, com a particularidade e a coincidência absurda de favorecerem sempre a mesma equipa.

Estranho fenómeno também se passa sobre um outro apagão, este sobre os processos que foram movidos na sequência das ameaças e tentativas de coação a árbitros e suas famílias. Como estão esses processos? A invasão da Maia e as queixas divulgadas pelos media desapareceram?”.

Por último o Benfica recordou o caso de Bruno Costa. Recorde-se que o médio portista foi substituído na 1ª parte do jogo entre FC Porto e Belenenses e os regulamentos indicam que as equipas devem apresentar dois jogadores formados localmente durante pelo menos 45 minutos.

Contudo os azuis e brancos justificaram a alteração, devido a uma lesão que o jovem sofreu, contemplando assim o que está no regulamento descrito como um motivo de força maior.

No entanto os encarnados não ficaram convencidos com a justificação.

“Para além de todas as peripécias ocorridas nos últimos dias, em Braga, esta edição da Taça da Liga será ainda recordada pelo incumprimento regulamentar que deveria ter afastado – e não afastou – uma das equipas da final four. Não é admissível que uma “lesão criativa” se sobreponha às regras que, à partida, todos deveriam estar obrigados a cumprir”.

Veja também:

VÍDEO: Abel aos gritos e aos murros na mesa diante dos jornalistas

VÍDEO: Abel arrasa arbitragem do Sporting-Braga: “Se é para isto, tirem o VAR”

Bernardo Silva em troca arrasadora de mimos com Francisco J. Marques

Vieira arrasa arbitragem do Benfica-FC Porto: “Não pode arbitrar mais”

Ronaldo partiu o nariz a uma adepta e a reação dela é espetacular

VÍDEO: Fã conseguiu um autografo de Ronaldo mas não ficou contente

VÍDEO: Ronaldo em tribunal de sorriso largo e de mão dada com Georgina

MENTIRA: Inglesa que acusou Ronaldo de a ameaçar foi desmascarada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR