Bernardo Silva reage com muita classe ao castigo da Federação Inglesa

Bernardo Silva foi questionado sobre o seu festejo após ter marcado um dos seis golos da vitória de Portugal sobre a Lituânia.

Veja também: Irina Shayk falou sobre a mãe do filho mais velho de Cristiano Ronaldo

Especulou-se que fosse uma referência ao castigo que lhe foi aplicado pela Federação Inglesa, após a acusação de racismo de que foi alvo, mas o jogador abordou o assunto com muita classe.

É ótimo sentir o apoio das pessoas. É um assunto sobre o qual um dia vou falar um bocado mais, mas agora não é o momento.

Não foi resposta nenhuma a ninguém. Tentei ajudar da melhor forma a nossa seleção e cada um interpreta da maneira que quiser“, afirmou em declarações à RTP.

Veja também: VÍDEO: Jesus arrasa dirigente do Vasco da Gama que agrediu Gabigol à traição

Já na conferência de imprensa, o internacional português abordou o jogo de amanhã contra o Luxemburgo. A equipa das quinas terá um relvado diferente do que está habituada, mas isso não serve de desculpa.

Claro que esperamos que o relvado esteja nas melhores condições possíveis. Independentemente disso não há desculpas. Portugal, quer jogue num bom ou menos bom relvado, vai tentar ganhar o jogo e dar o melhor para estar no Euro’2020. Estes jogadores estão habituados a jogar em qualquer tipo de condições e não vamos arranjar qualquer tipo de desculpas para nada“, referiu.

Veja também: FOTOS: Imprensa internacional rendida ao hat trick de Ronaldo à Lituânia e há quem questione Sarri sobre a lesão do português

Bernardo Silva chamou ainda a atenção para a valia dos luxemburgueses, longe de serem uma equipa tão fácil como a teoria diz.

Hoje em dia é muito raro encontrar jogos fáceis como há alguns anos. Não só no jogo de há um mês, que não foi fácil, mas já vimos bastantes jogos deles contra seleções fortes como Ucrânia e Sérvia e nunca foi fácil passar por eles. Esperamos um jogo difícil. É uma seleção com jogadores que estão nos principais campeonatos da Europa. Portugal não espera facilidades“, vaticinou.

Veja também: Ex-Manchester United arrpendido de ter gozado com a morte do pai de Ronaldo

O jogador do Manchester City vai fazer de tudo para ajudar a Seleção Nacional marcar presença no Europeu, principalmente depois de falhar o Euro 2016 por lesão.

“Senti um orgulho como todos os portugueses porque foi o nosso primeiro troféu internacional na história do futebol. Claro que preferia lá ter estado mas foi um orgulho para todos nós. Foi um orgulho para si, para mim, para o míster e portanto espero estar agora no Euro’2020. Vou dar o meu melhor para lá estar. Muito disso passa por tentar ganhar o jogo de amanhã”, concluiu.

Recorde-se que o Luxemburgo-Portugal joga-se amanhã, a partir das 14h00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR