Conceição: “Temos de assumir a responsabilidade, a começar por mim”

Com a derrota em casa do Belenenses, por 2-0, o FC Porto ficou sem a liderança da Liga NOS e, após o encontro, Sérgio Conceição admitiu que faltou alguma sorte aos dragões em face de todas as chances de finalização que tiveram ao seu dispor, deixando uma mensagem clara para o futuro: é preciso dar mais.
“O Belenenses fez três remates e marcou dois golos. Nós tivemos ene ocasiões e não fizemos. Hoje a ineficácia foi grande por parte da nossa equipa. Entrámos no jogo e, depois de um erro sofremos um golo. Daí para a frente, o Belenenses sentiu-se mais confortável naquilo que era defender e aproveitar as transições defesa-ataque, como tinha planeado. Atuou sem referência na frente, optando por três homens móveis na frente, para explorar algum desequilíbrio defensivo que tivéssemos, dando-nos a iniciativa de jogo”

“Foi incompreensível alguma ansiedade na hora de finalizar, mas mesmo assim fomos criando ocasiões. Entrámos na segunda parte com o intuito de melhorar, tivemos algumas ocasiões claras de golo… Não me quero agarrar à sorte, mas podíamos ter feito o empate em muitas oportunidade que tivemos. E o jogo podia ter sido outro… Não aconteceu e, depois, numa bola parada, o Belenenses mata o jogo”

“Hoje tenho de dar uma palavra aos adeptos. Nós sentimos uma frustração, uma desilusão muito grande, mas quero deixar-lhes uma palavra. Fica difícil agora, mas dependemos só de nós. Somos conscientes do que temos a fazer: ganhar as seis finais que faltam. É fácil dizer, mas temos de sentir e interiorizar isso. Todos nós, a começar por mim, temos de dar mais. Hoje sinto que podíamos ter feito mais, mas assumo a responsabilidade da derrota de hoje”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *