Adeptos do FC Porto erguem a bandeira do clube

FC Porto arrasa governo: “Clubes portugueses são deixados à sua sorte”

O FC Porto recorreu à sua newsletter Dragões Diário, onde deixou duras críticas ao governo. O motivo prende-se com as as medidas anunciadas no estado de contingência contra a Covid-19.

Veja também: Um dos maiores escândalo no futebol? Marco Veratti que joga no PSG é uma mulher…

O primeiro-ministro António Costa anunciou que o futebol continuará sem público, resultando assim na revolta dos azuis e brancos. O FC Porto considera que a indústria do futebol é menosprezada, apesar da sua forte dimensão económica e social.

“No dia em que foram anunciadas mais medidas restritivas de combate à pandemia, o primeiro ministro António Costa informou que se manterá a proibição de acesso de espectadores aos espetáculos desportivos, o que se lamenta, porque obrigará os adeptos do FC Porto a apoiar à distância a nossa equipa. O desporto, e o futebol em particular, tem uma dimensão social e económica que não pode continuar a ser menosprezada“, pode ler-se.

Veja também: FC Porto com salários em atraso? Dragões reagem com farpa ao Benfica

No entanto os dragões não se ficam por aqui e lembram também a final 8 da Liga dos Campeões, realizada em Lisboa, para questionar os critérios do governo.

Trazer a fase final da Liga dos Campeões para Portugal mereceu uma cerimónia pomposa para depois, no que realmente conta, os clubes portugueses serem deixados à sua sorte“, concluem.

Veja também: Imprensa estrangeira aos pés de Ronaldo após golaços e recorde histórico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.