FC Porto arrasa IPDJ após absolvição de Fernando Madureira

Através da newsletter Dragões Diário o FC Porto pronunciou-se sobre a decisão da justiça civil relativamente ao caso dos cânticos da Chapecoense contra o Benfica, que tinha em Fernando Madureira o principal acusado.

Uma vez mais, teve de ser a justiça civil, que se rege por princípios como o primado da lei, a corrigir os atos da justiça ‘à la Ricardo Costa’, que se rege por princípios como a perseguição ao FC Porto e às figuras a ele direta ou indiretamente associadas.

A decisão que ontem foi conhecida mancha irremediavelmente a imagem e a credibilidade do IPDJ (e da sua direção, pois claro), que castigou Fernando Madureira sumariamente, sem provas e sem lhe dar a oportunidade de se defender.

Entretanto, noutros campos, grupos ilegais de adeptos de outro clube cantam coisas pornográficas, mas o IPDJ nunca os ouve, nunca os censura, nunca os castiga.

É mesmo esse um dos princípios básicos da justiça ‘à la Ricardo Costa’: não toca a todos“, referem os dragões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *