FC Porto denuncia vandalismo e culpa “discurso inflamado” de Vieira

Através da newsletter Dragões Diário, o FC Porto deu conta de atos de vandalismo contra a Casa do clube em Lausanne, Suíça. Os dragões culpam o discurso inflamado de Luís Filipe Vieira, dado que este ataque foi executado pouco tempo depois das declarações do presidente do Benfica sobre a operação e-toupeira.

Veja a mensagem na íntegra:

O fim da paródia

Na noite do último sábado, poucas horas após um discurso inflamado e imbuído de um incentivo à violência que só os mais distraídos podem não ter detetado, a Casa do FC Porto em Lausanne (Suíça) foi vandalizada.

Um conjunto de selvagens, munido de um taco de basebol, dedicou-se a tentar destruir as instalações, sem qualquer outro objetivo que não fosse destilar ódio e, sobretudo, amedrontar os sócios e adeptos do FC Porto e os frequentadores daquela Casa.

Tiveram azar e erraram no alvo. No FC Porto ninguém tem medo de delinquentes cobardes“, pode ler-se.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR