Ljubomir Fejsa, jogador do Benfica

Feijsa não esconde desilusão e arrasa Bruno Lage

Ljubomir Fejsa concedeu uma entrevista ao diário desportivo Record, onde abordou a sua passagem pelo Benfica. O médio saiu do clube em janeiro para o Alavés a título de empréstimo.

Em janeiro precisava de sair. Fui para o Alavés, porque queria jogar e aqui não tive a oportunidade do treinador“, afirmou.

Veja também: FOTO: A prenda luxuosa de Ronaldo para Dolores no dia da mãe

A chegada de Bruno Lage ao comando técnico retirou-lhe espaço de manobra, algo que o desiludiu bastante.

“Lesionei-me durante um treino, depois da pancada de um companheiro, pouco tempo depois da entrada de Bruno Lage. Fiquei quase dois meses de fora por lesão e tudo mudou. O treinador nunca me viu nos seus planos. Porquê? Não sei, nunca me disse. Falei com ele, mas só disse para continuar com o meu trabalho e que tudo ficaria bem. Mas nunca esteve! Fiquei dececionado, embora tenha dado sempre o meu melhor. Para mim, é tão importante treinar como jogar”, referiu.

Veja também: FOTOS: As BOMBAS que decoram a garagem de Dolores Aveiro

Jesus, Rui Vitória e o regresso ao Benfica

Mas com Jorge Jesus as coisas eram completamente diferentes, de tal forma que até hoje está agradecido.

Foi o treinador que me trouxe para o Benfica e nunca lhe disse obrigado publicamente por me ter dado a oportunidade de ter os melhores momentos da minha carreira aqui. Não o disse antes, porque, como sabem, não sou muito dado a entrevistas, nem muito falador. Sou daquele tipo de pessoa que gosta de trabalhar e de duas coisas na vida: família e futebol”, disse.

Veja também: Ex-colega revela plano de Ronaldo para bater o recorde de golos de Pelé

Fejsa não tem dúvidas de que o treinador do Flamengo é um dos melhores do mundo.

Ele não é apenas um dos melhores treinadores portugueses. É um dos melhores do mundo. Trabalhas duro com ele e a sua exigência é para tirar o melhor partido dos jogadores. Aprendi muito com ele“, assegurou.

Sobre Rui Vitória o sérvio tem elogios à sua pessoa.

O Rui era mais calmo, um treinador e homem fantástico. Só tenho boas palavras para ele e para a sua equipa técnica. Espero que tenham muito sucesso na vida”, desejou.

Veja também: VÍDEO: Georgina estava a treinar bem até que apareceu a pequena Alana

Sobre um eventual regresso ao Benfica, Fejsa admite saudades.

“Às vezes sinto falta do tempo em que trabalhei com jogadores como Luisão, Júlio César, Salvio, Gaitán, Rodrigo, Jonas, Lima, Enzo Pérez, Garay, Nélson Semedo, Renato Sanches, Ederson, Oblak, Cardozo, Eliseu, Siqueira e Artur. Quantos excelentes jogadores! Espero que todos nós sempre façamos parte do Benfica“, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.