Jesus e a derrota com o FC Porto: “O Sporting esteve sempre por cima”

No final da partida que resultou na derrota do Sporting diante do FC Porto, Jorge Jesus gostou da exibição dos seus comandados, apesar do resultado.

“A jogar no Dragão e ter as oportunidades que tivemos, principalmente nos últimos dez minutos. Três oportunidades flagrantes, fora o que fizemos na primeira parte, a penalidade sobre o Doumbia. Fizemos um grande jogo, o FC Porto também. Foram duas grandes equipas e um grande jogo. Isto não conta se mereces ou não. fomos melhores, principalmente na segunda parte, mas não saímos daqui com a divisão de pontos, saímos com uma derrota. O que fica do jogo? O Sporting fez um excelente jogo, fez com que aparecesse mais um jovem que ainda é júnior. Deu bons sinais, é um dado positivo para a equipa. As substituições que fizemos acrescentaram sempre algo. O Sporting foi sempre ficando por cima. Fico triste pelo resultado, de cinco para oito pontos ficámos numa situação muito mais difícil”, referiu.

O técnico leonino recusou desculpar-se com as ausências de Gelson e Bas Dost.

“Não vale a pena falar disso, têm 30 e tal jogos, mas isso não é importante. A equipa esteve bem, foi dos melhores jogos que fez fora de Alvalade, disputou o jogo taco a taco, foi melhor no Dragão, que não é fácil. Foi um grande jogo, três golos, muitas oportunidades”, afirmou.

Para além da exibição dos seus jogadores, Jesus deixou palavras elogiosas para o jovem Rafael Leão.

“Acho que ganhámos mais um jogador, não me vou cansar de dizer que é um miúdo de 18 anos. A coragem dele e a nossa de o lançar no jogo está a revelar que está capacidade. É para isso que estou cá. Só não o coloquei de início porque o FC Porto tem dois centrais muito fortes, tive receio que começasse a ter medo do jogo. Ia metê-lo no jogo, foi mais cedo do que pensava. Fez logo um golo, está na melhor ocasião, isso é de ponta de lança”, avaliou.

Apesar de as contas estarem difíceis, Jesus não atira a toalha ao chão.

“Está mais difícil, temos de ir à procura. Ainda estão 27 pontos em disputa, ainda tudo é possível. Há um apuramento para a Champions pelo primeiro lugar e não só, há uma luta ainda muito grande que temos de fazer durante o campeonato e nas outras competições. Há outras provas que o Sporting vai investir, felizmente no próximo jogo o Gelson já está”, concluiu.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *