Jorge Jesus no treino do Benfica

Jesus sobre os reforços: “Comigo têm de demonstrar que merecem jogar”

Na conferência de imprensa de antevisão à partida de amanhã com o PAOK, Jorge Jesus tem as melhores expetativas para o primeiro jogo oficial do Benfica.

Veja também: Um dos maiores escândalos no futebol: Marco Veratti que joga no PSG é uma mulher

Expectativas são as melhores, é uma eliminatória de Champions, é a prova máxima. Portanto, nós, como o PAOK, queremos passar esta eliminatória, sabendo que as expectativas são as melhores, acreditamos no trabalho que fazemos durante a semana e acreditamos nos jogadores individualmente, temos a certeza que temos tudo para fazer um excelente jogo, que nos permita passar a eliminatória, o grande objetivo. Sendo a um jogo, algo que não importa muito, é o que está determinado. Preparámo-nos para isso”, afirmou.

Veja também: João Félix apontado a saída do Atl. Madrid para rumar a gigante inglês

O técnico do Benfica abordou também a pressão sobre os encarnados, tendo em conta as recentes campanhas na Europa.

O que aumenta a pressão é termos uma eliminatória a um jogo, onde temos a responsabilidade de querer ganhar, queremos passar à próxima eliminatória. A responsabilidade e a pressão é a de ganhar. Quando estás num clube como o Benfica, a pressão é diária, em todos os jogos, porque tens uma equipa de grande qualidade. As pessoas exigem que essa qualidade seja transferida para os jogos, todos têm um pensamento da exigência do Benfica, querem que o Benfica este ano vá mais longe do que tem ido nos últimos anos. Não é um sonho, é uma realidade que temos e queremos. As condicionantes são os adversários. Queremos demonstrar que somos melhores do que eles. É a nossa primeira final. Não direi que há pressão. Esta pressão diz-me alguma coisa? Zero. Estou habituado a tantas pressões… Ao longo dos meus anos, no Benfica e não só. Faz parte dos grandes jogadores, dos grandes treinadores e das grandes equipas. Sentem zero pressão porque jogam para títulos”, referiu.

Veja também: FOTOS: Georgina em momento adorável com os bebés… e os ‘netos’

Questionado sobre o jogador que mais o surpreendeu, Jesus fez questão de deixar um aviso à navegação: para jogar têm de dar o litro.

Como sabem, ainda tenho quatro do meu tempo quando passei aqui, dois deles estão aqui, o André e o Pizzi. Portanto, é uma vantagem que tenho tido. Eles conhecem as minhas ideias – mesmo não sendo as mesmas, foram-se valorizando – e pessoalmente, a relação é mais prática do que com aqueles que não me conhecem. Todos os novos me estão a surpreender, é uma equipa jovem que tem noção de onde quer ir. Hoje a valorização dos jogadores é em função da transferência. São reforços não para jogar no onze mas sim para fazer parte do plantel. Há quem entre logo à partida mas não quer dizer que seja assim no futuro. Há os que vão jogar mas não quer dizer que todos têm logo lugar. Comigo têm de demonstrar. Mas todos eles me têm surpreendido”, disse.

Recorde-se que o PAOK-Benfica está marcado para as 19h00 de amanhã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.