Lopetegui aborda contestação dos adeptos

Julen Lopetegui fez a antevisão do próximo compromisso do FC Porto com a União da Madeira, num jogo que servirá para repor o calendário, já que o jogo relativo à 9ª jornada da liga, não se realizou devido às más condições atmosféricas que na altura se faziam sentir.

O técnico espanhol começou por elogiar o adversário que os dragões terão pela frente, advertindo para as dificuldades que os esperam.

“O União da Madeira está fora da zona de despromoção, sabe como atacar e defender, mas nós temos argumentos para vencer o jogo. Todos os jogos têm as suas dificuldades, estamos no futebol profissional e não há jogos fáceis. Estamos focados no que temos de fazer amanhã, na Madeira, para superar as dificuldades e ganhar”, referiu.

O saldo dos dragões na Madeira não tem sido positivo nos últimos anos, mas Lopetegui não considera esse facto um fator que possa influenciar o jogo de amanhã.

“É certo que há uma sequência de resultados menos bons, mas não acredito em nada. Acredito é na qualidade, na ambição e na determinação para superar as dificuldades. Cada jogo é diferente e o resultado de amanhã depende do que fizermos. Temos de fazer um bom jogo para superar o União da Madeira”, afirmou.

A rotatividade foi um tema abordado na conferência de imprensa, sendo que Lopetegui considerou que uma equipa com o calendário do FC Porto deve gerir bem os seus jogadores.

“Temos uma grande sequência de jogos. É normal para equipas que estão em várias provas. Para isso temos um plantel, para tentar dar o máximo rendimento em cada partida. Todas as equipas têm de gerir os jogadores quando têm jogos de três em três dias”, justificou.

O FC Porto tem sido bastante contestado pelos adeptos e Lopetegui deu o corpo às balas.

“Encaro com normalidade. Sou treinador para isto. Tenho de conseguir o máximo rendimento dos jogadores. Tento convencê-los de que têm qualidade e que são capazes de fazer as coisas bem. Tenho a plena confiança neles”, referiu, acrescentando que “Se há algo em que confiamos é no nosso trabalho e no que temos vindo a fazer. Alguns têm a estrelinha de campeão, nós vamos sempre confiar no que trabalhamos”, concluiu.

Eis a lista de convocados:

Helton, Casillas, Raul Gudiño; Maxi, Martins Indi, Maicon, Marcano, Rúben Neves, Varela, Brahimi, Aboubakar, Dani Osvaldo, Tello, José Àngel, Evandro, Herrera, Corona, André André, Danilo e Miguel Layún.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR