Paulo Gonçalves oferecia bilhetes e camisolas a oficiais de justiça

O Correio da Manhã está a avançar com algumas das contrapartidas que Paulo Gonçalves oferecia, em troca de informações privilegiadas de processos relativos ao caso dos emails.

O assessor jurídico oferecia convites VIP para assistirem a jogos do Benfica, na Luz e fora de casa, bem a oferta de produtos de merchandising, como camisolas da equipa principal.

Paulo Gonçalves, braço direito de Luís Filipe Vieira, foi detido esta manhã no âmbito da operação e-toupeira.

Nesta investigação, segundo o comunicado da Polícia Judiciária divulgado esta manhã, averigua-se “o acesso ilegítimo a informação relativa a processos que correm termos nos tribunais ou departamentos do Ministério Público a troco de eventuais contrapartidas ilícitas a funcionários”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR