Pinto da Costa reeleito presidente do FC Porto

Pinto da Costa arrasa apoio de Costa a Vieira: “Promiscuidade só na Luz”

Em declarações ao diário desportivo O Jogo, Pinto da Costa pronunciou-se sobre o polémico apoio de António Costa a Luís Filipe Vieira.

Veja também: João Félix apontado à saída do Atl. Madrid para rumar a gigante inglês

Recorde-se que o primeiro-ministro integra a comissão de honra da candidatura de Vieira às eleições do Benfica.

O presidente do FC Porto questiona se será benéfico para o presidente do Benfica alguém que considera ser ser “o responsável pela destruição e falência dos portugueses“.

Estamos na linha da frente entre os países com maior carga fiscal da Europa, e mesmo sabendo que não temos receitas, por não ser permitido ter público, o Governo não baixa, nem suspende parcialmente, os altos impostos que caem sobre os clubes“, afirmou.

Veja também: Um dos maiores escândalos no futebol: Marco Veratti que joga no PSG é uma mulher

Promiscuidade entre política e futebol

Por isso Pinto da Costa considera que só no Estádio da Luz é que se vê a promiscuidade entre o futebol e a política.

“Não sinto que haja essa promiscuidade. Raramente vejo políticos no futebol, tirando o camarote presidencial do Estádio da Luz. Nalguns jogos, parece que está a haver uma reunião do Conselho de Ministros. Se há promiscuidade, não é propriamente no futebol. Só ali“, referiu.

Veja também: VÍDEO: Ronaldo marca na goleada da Juventus contra o Novara

Ainda assim, recorde-se, António Costa não é o único político a integrar a comissão de honra de Vieira. Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, também endossou o seu apoio.

No entanto as críticas de Pinto da Costa não ficaram por aqui. O líder dos dragões considera que António Costa corre o risco de “ficar na história como o homem que asfixiou os clubes de futebol e matou as modalidades“. Estas declarações surgem na sequência da continuidade das portas fechadas dos estádios aos adeptos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.