Rafael Leão revela ter sido ameaçado por Bruno de Carvalho

O diário desportivo Record revelou a carta de rescisão de Rafael Leão, que relata ameaças que sofreu por parte de Bruno de Carvalho. Na mesma começa por se dirigir aos dirigentes leoninos.

Os dirigentes da SAD do Sporting Clube de Portugal conseguiram destruir um sonho que o signatário veio alimentando e construindo até aos 19 anos de idade“, refere.

Falando particularmente do antigo presidente do Sporting, o avançado revelou que sofreu represálias após as críticas públicas à equipa, depois da derrota diante do Atlético de Madrid, a contar para a Liga Europa.

É público que o signatário, e o plantel em geral, nunca beneficiaram do apoio do Sr. Presidente.

Foi comum que o subscritor fosse interpelado na rua acerca da prestação da equipa, abordado por adeptos insatisfeitos e que repetiam as palavras que o Sr. Presidente, publicamente, proferia. Passou o subscritor a ter dificuldade em levar uma vida normal, por ser alvo de animosidade na rua, em restaurantes, e até nos meios de comunicação social”, escreve.

Por último leão revelou as ameaças que sofreu por parte de Bruno de Carvalho, por ter partilhado nas redes sociais o comunicado de revolta do plantel do Sporting às críticas do seu presidente.

A situação ficou deveras pior, quando o pai do subscritor recebeu um telefonema do Sr. Presidente, afirmando e ameaçando: ‘o puto que tire o comentário, senão vai haver problemas’“, concluí.

Veja também:

Colega de Ronaldo usa o português para deixar aviso ao Real Madrid

Árbitro fica a sangrar após agressão em jogo da Liga Europa

Argentinos vibram com a amizade e química entre Ronaldo e Dybala

Douglas Costa diz que não consegue acompanhar Ronaldo no treino

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR