Técnico do P. Ferreira responde às críticas de Sérgio Conceição

João Henriques, treinador do P. Ferreira, respondeu às criticas de Sérgio Conceição, relativamente à postura dos pacenses na partida com o FC Porto. O técnico da equipa da Capital do Móvel comparou o tempo útil deste jogo, com a partida diante do Benfica.

“Vou falar de futebol e salientar que o Paços de Ferreira materializou aquilo que tem feito em vários jogos. Hoje o Paços de Ferreira mostrou, novamente, que é uma equipa personalizada, tem jogadores com qualidade, sabe o que anda a fazer dentro de campo. Vou dar alguns factos. O jogo com o Benfica teve 48 minutos de tempo útil. O jogo com o FC Porto teve 40 minutos de tempo útil. Não foi assim tão diferente. Temos de ser factuais.

O jogo teve 40 minutos de tempo útil e o Paços usou as armas que tinha de utilizar. Sabíamos que o FC Porto ia criar mais oportunidades, mas rematou três vezes à baliza e o Paços 10. O FC Porto teve 53% de posse de bola e o Paços 47%. Não foi uma coisa assim tão vergonhosa, que as pessoas tivessem vergonha de ver na televisão. São factos. Agora o jogo que algumas pessoas querem ver porque se sentem frustradas, lamento…“, afirmou.

Henriques relembrou ainda a grande penalidade que os dragões tiveram à sua disposição, considerando que não haveria razões para tal.

“Eu percebo a frustração, mas fizemos o nosso trabalho. Procurámos a baliza do adversário, fizemos um golo, fizemos uma primeira parte fantástica que podemos comparar com a do Benfica, foi muito semelhante e soubemos sofrer. Mas também não foi falado uma grande penalidade que foi marcada contra o Paços. Felizmente sabíamos para onde o Brahimi ia bater a bola e conseguimos defender, porque não foi o Brahimi que falhou. Foi uma grande defesa do Mário Felgueiras“, referiu.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *