E-Toupeira: PJ apanha mensagens comprometedoras de Paulo Gonçalves

Há novos desenvolvimentos em torno do caso e-Toupeira, este domingo tornados públicos na edição do Jornal de Notícias. A publicação escreve que a Polícia Judiciária tem provas das ligações de Paulo Gonçalves com outros outros arguidos do processo, com destaque para José Augusto Silva, que se encontra em prisão preventiva.

O JN assegura que a PJ encontrou mensagens de WhatsApp e que “são classificadas como especialmente relevantes as conversas com o empresário de futebolistas Óscar Cruz e o funcionário judicial José Augusto”.

A utilização de aplicações na internet, sempre segundo o JN, “faria parte de uma estratégia dos arguidos visando manter as conversas em circuito fechado“, referindo ainda o jornal que as autoridades detetaram que o suspeito de ser a principal toupeira do Benfica transmitiu informações ao assessor jurídico do Benfica, por exemplo, no dia 25 de agosto do ano passado através de WhatsApp. “Após consultar no Citius o inquérito dos emails, então em segredo“, vinca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR