VÍDEO: Lage puxa dos galões ao ser questionado sobre desaire na Champions

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Santa Clara, Bruno Lage foi confrontado com a prestação do Benfica na Liga dos Campeões.

O técnico dos encarnados foi questionado pela decisão de deixar os habituais titulares no banco, sabendo que o Benfica pretende recuperar a dimensão europeia de outrora.

Lage respondeu que tudo se tratou de opções que considerou serem as indicadas para enfrentar o momento.

O Pizzi só não jogou o último jogo na Liga dos Campeões, André Almeida também. Contra o Lyon, na Luz, como vencemos, não se levantou essa questão, Seferovic… Vinicius tinha feito dois golos nos jogos anteriores. São opções. São opções que passam por mim, fechámos o jogo da Liga dos Campeões e seguimos. É perceber e fazer a análise do que é a avaliação de cada um deles e depois escolher o melhor onze para cada momento”, afirmou.

O técnico do Benfica recordou o seu percurso para mostrar que pensa pela sua cabeça e que não se deixa influenciar na tomada de decisão.

“Deixe-me contar uma história. Tenho 43 anos, terminei o curso há 23. Há 23 anos, entre 15 a 20 colegas, todos foram dar aulas, eu não fui. Tentei investir no meu futuro como treinador. Muitos diziam ‘vais ganhar 100 ou 200 euros enquanto nós 1.200 ou 1.400…’ Fui atrás desse sonho.

Passado uns anos cheguei ao Benfica, com 27 anos: com 30 treinava os juniores, treinei iniciados, juvenis

A determinada altura pensei que precisava de um projeto e aqui diziam-me que ninguém sai do Benfica. Estive no Dubai, acompanhei o Carvalhal, voltei à equipa B, toda a gente dizia que ia deixar a Premier League para competir na 2.ª Liga

Pensei pela minha cabeça. São 20 anos a pensar pela minha cabeça. Quando saí do V. Setúbal, ganhava 100 euros. Quero um dia olhar para trás e perceber o percurso que fiz a pensar pela minha cabeça”, concluiu.

Veja o vídeo abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR