Vieira dá murro na mesa e dispara em todas as direções

Após a vitória do Benfica sobre o Aves, Luís Filipe Vieira falou aos jornalistas acerca da operação E-Toupeira. O presidente dos encarnados mostrou-se muito exaltado com o que tem vindo a público, considerando que as acusações dos últimos dias mancham a imagem do clube.

Vieira anunciou ainda a criação de um gabinete de crise e criticou alguns dos benfiquistas que estão a fazer a “o jogo do adversário”

Quero dizer que nunca, tanto eu como a minha direção, manchámos a honra do Benfica. Tudo o que se tem passado nos últimos tempos é sobejamente conhecido e, infelizmente, fomos vítimas de um ataque sem precedentes em Portugal.

Violaram o nosso espaço e privacidade, anos e anos de uma empresa com dimensão mundial. Até hoje nada sucede e nada sabemos.

Também dizer que as denúncias anónimas funcionaram para o Benfica como um aparato muito especial de que esta instituição foi vítima. Não compreendo as visitas as nossas casas e isto é um aviso a todos os benfiquistas: têm de ter a noção do que nos fizeram.

Não conseguem defrontar-nos pela competência da estrutura do Benfica e a única maneira de nos vencer foi manchar o nosso nome. O principal objetivo do Benfica de há 18 anos a esta parte é recuperar a sua credibilidade. Hoje temos a nossa marca manchada, porque no nosso país não há algo que permite defender-se.

Qualquer cidadão tem direito do sigilo e isso não existiu no Benfica. Havia casos em que [os jornalistas] chegavam primeiro que as autoridades. Os benfiquistas devem estar unidos – alguns têm feito o jogo do nosso adversário. Estou muito determinado e nada tememos. Vamos enfrentar tudo até às últimas consequências

Quem nos fez mal, está bem identificado e exigimos tratamento igual. Vão a casa de quem têm de ir. Não queremos o nosso nome manchado, queremos libertar-nos rapidamente do que está a acontecer.

Todos os que mancharam o nosso nome têm de ser penalizados. O Benfica provoca muita inveja em Portugal. É o único clube que tem um futuro e um projeto em todas as vertentes. O Benfica cumpriu com todo o sistema financeiro ao longo destes 18 anos, respeitou prazos, nunca tivemos atrasos com quem quer que seja.

No dia que em que sair entregarei o clube aos benfiquistas para que tenham orgulho no clube. Acreditamos na justiça mas na clubite não. Agiremos criminalmente contra quem puser em causa o nome do Benfica. Acabou a paródia que tem sido instalada à conta do Benfica! A partir de segunda o Benfica terá um gabinete de crise instalado. Os benfiquistas que estão a fazer o jogo do adversário deviam ter vergonha“.

Veja o vídeo abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *