YoungNetwork processa Luis Bernardo e Pedro Guerra e quer indemnização em vouchers

A YoungNetwork emitiu um comunicado onde se pronuncia das acusações do Benfica contra a empresa de comunicação. Recorde-se que os encarnados irão avançar com um processo contra a empresa e João Capitão, seu colaborador, acreditando que ambos estão ligados aos blogues Mister do Café e Mercado do Benfica Polvo.

A YoungNetwork responde informando que irá avançar com um processo contra Luís Bernardo por difamação e pediu uma indemnização em… vouchers. A empresa arrasa ainda o bloguer Hugo Gil e que “nenhum funcionário judicial a informe do andar” do processo.

Leia o comunicado na íntegra:

“A YoungNetwork desmente a acusação veiculada ontem nos meios de comunicação social sobre si própria e sobre João Capitão.

Face à calúnia de que fomos alvo, fabricada recentemente pelas pessoas que gerem e trabalham no departamento de comunicação do Benfica, a YoungNetwork decidiu processar individualmente Luís Bernardo, Pedro Guerra e outras figuras menores do departamento, que serão chamadas a provar os factos falsos que produzem. Talvez para elas seja fácil provar factos que não existem.

A YoungNetwork decidiu não processar o blogger Hugo Gil porque embora seja um dos veículos usados para iniciar calúnias, do que conhecemos da pessoa que dá nome ao blog dificilmente conjugaria um sujeito com um predicado quanto mais gerir esse depósito de escárnio e mal dizer. Por essa razão, a YoungNetwork acredita que Hugo Gil seria considerado, em caso de condenação, inimputável.

A YoungNetwork irá pedir em Tribunal uma indemnização cível a Luís Bernardo, Pedro Guerra e outras figuras menores, a ser paga, se possível, em vouchers da Catedral da Cerveja, camisolas do Benfica autografadas pelo plantel e lugares na Tribuna Presidencial (incluindo catering). O produto da indemnização será para distribuir pelos muitos benfiquistas que trabalham e bem no nosso Grupo.

Se o Tribunal der razão à YoungNetwork, mas a indemnização for paga em dinheiro, a YoungNetwork doará a sua totalidade à Fundação Benfica, para mitigar os efeitos das ações praticadas pelo departamento de comunicação do Clube, seguramente à margem de qualquer controlo da Direção.

Enquanto o processo decorrer, a YoungNetwork não quer que nenhum funcionário judicial a informe do andar do mesmo, e muito menos que aceda ao sistema com passwords alheias. Faremos como os casais que não querem saber o sexo do bebé. Apesar da curiosidade, quando nascer, nasceu.
Saudações Desportivas a todos!”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR