Cristiano Ronaldo festeja golo pela Seleção Nacional

Ronaldo reage ao feito histórico pela Seleção e responde aos críticos

Depois de ter ajudado a conduzir a Seleção Nacional à vitória sobre a Suécia na Liga das Nações, Cristiano Ronaldo reagiu aos dois golos históricos que apontou.

Veja também: VÍDEO: Portugal vence no regresso de Ronaldo dois golaços e recorde batido

Recorde-se que o craque o português tornou-se chegou aos 101 golos por Portugal. No entanto os recordes, garante, não são uma obsessão.

“Obviamente que a marca 100, com dois golaços, estou muito feliz. O futuro só a Deus pertence, sou um privilegiado de jogar neste lote de jogadores, o mister já me conhece, não há palavras. Quando tive o problema no dedo, sabia que podia recuperar para este jogo. Gosto de estar aqui, com este grupo, com este treinador, com este staff. Sabia que no primeiro jogo ia correr tudo bem, a nossa equipa é muito boa. Queria bater a marca dos 100 golos, quero ir atrás (109) mas os recordes não são uma obesessão“, afirmou em declarações à RTP.

Veja também: Um dos maiores escândalo no futebol? Marco Veratti que joga no PSG é uma mulher…

Resposta aos críticos e a falta de adeptos

Antes da partida parte da imprensa sueca alegava que a Seleção Nacional jogava melhor sem Ronaldo. No entanto CR7 prefere responder com o trabalho em campo.

“Não acompanhei as notícias, é uma opinião. Eu sabia que deixei marca na última vez que joguei neste estádio, agora foi igual. Não ligo a provocações, o que tenho feito fala por si“, referiu.

Veja também: VÍDEO: Ronaldo não se contentou so com um e marca mais um golaço

No entanto nesta noite faltou para Ronaldo as picardias dos adeptos adversário. Algo que serve para o espicaçar.

Não há que lamentar, eu quando jogo fora gosto de ser assobiado porque dá-me pica. Mas a saúde está em primeiro lugar, se a OMS diz que não existem condições, é isso. O mais importante é o ser humano. Jogar sem adeptos é como ir ao circo e não ver palhaços, é como ir ao jardim e não ver flores“, concluiu

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.